Posts tagged ‘por que não?’

Bônus

Pra quem achou que eu exagerei no post anterior, provas de fofurice explícita!

o tapetinho foi um sucesso!

 

ooooowwwwwnnnnnnn

Anúncios

09/07/2012 at 15:36

Gatinho e duas gatinhas para adoção em Brasília

A tricolor e a gatinha da direita são fêmeas. O danadinho que está comendo é o macho. Já estão esterilizados e doidinhos para encontrar um lar! São bem peludinhos e lindos!

Finalmente, conseguimos capturar o gatinho que faltava do Trio Parada Dura! É um macho, que já foi devidamente esterilizado e está disponível para adoção. Como expliquei no outro post, essa turminha é arisca, mas nada que uma pessoa com paciência e jeitinho com os felinos não consiga mudar. Podem ser doados juntos ou separados em todo o DF. Contatos pelo e-mail isabellaneves@gmail.com

17/01/2012 at 16:37

O gatão está procurando um lar!

Esse fofo precisa encontrar uma família pra chamar de sua em Brasília.

 

Atualização em 14 de outubro de 2011: O Gatão foi adotado! Além da família humana, tem também uma irmã gatinha, filhote de uns 5 meses. Ele foi entregue no último sábado e já dorme embolado com a sua pessoa e a gatinha. Final feliz pra esse gato tudo de bom!

07/10/2011 at 11:17

O gatão

sou lindo e fofo, me adota?

Esse gatão lindo apareceu em minha vida há uma semana. Primeiro achei que era de algum vizinho e que estava dando uma volta lá em casa. Mas logo Marido descobriu que o bichano estava sujinho e roubando a ração de Shiva e Guido! Tadinho! Desde sábado está morando no banheirinho; é manso, ronronento, adora carinho e colo, sabe usar a caixinha de areia, um fofo. Já está no vet para ser esterilizado e deve voltar pra minha casa no final do dia. Quem acompanha este blog, sabe que não poderei ficar com ele.
Preciso MUITO encontrar uma pessoa ótima para esse gatão ótimo. Me ajudem?

04/10/2011 at 11:30

Gatinhos para adoção

Estes gatinhos estão para adoção em Brasília/DF. Contatos comigo pelo e-mail isabellaneves@gmail.com ou nos comentários deste post.
Quer conhecer a história deles? Clique aqui!

macho de aproximadamente 3 meses, amarelo rajado, olhos verdes, pouco arisco, castrado

macho de aproximadamente 3 meses, preto, olhos verdes, arisco, castrado

04/08/2011 at 11:49

Projeto Voluntário Dias de Cão

Demorou, mas começou: depois de alguns anos vendo a gataiada se multiplicar sem freio na rua da minha sogra, consegui “cúmplices” para a empreitada de captura e esterilização dos bichanos.
Após várias tentativas frustradas com ONGs para conseguir uma gatoeira emprestada, o pontapé inicial aconteceu graças à cúmplice-gateira-de-todas-as-horas, que conseguiu com a cúmplice veterinária uma armadilha emprestada para pegar os gatinhos. A cúmplice veterinária conseguiu com um colega as cirurgias a baixo custo. Eu providenciei ração, transporte, caixinha de areia e um banheirinho para fazer o pós-cirúrgico.
Faltava iniciar a “caçada”. Foi na hora do almoço de ontem que Marido-alérgico-a-gatos-mas-com-coração-de-ouro e eu montamos a gatoeira pela primeira vez. Mal tinha terminado o cafezinho e lá estava nosso primeiro afilhado! A cúmplice-prima ajudou a gente a passar o bichano pra caixa de transporte, aguentando os fuuuuzzzz… e lá fomos eu e a cúmplice-gateira levar o amarelo pra cirurgia. Ontem mesmo ele foi comigo pra casa e está ótimo! Comeu, bebeu, usou a caixinha de areia e tocou o terror no banheirinho, é super arisco e incrivelmente lindo!
Agora começa a parte difícil: soltá-lo de novo na rua… pois é, como nenhum de nós envolvidos nessa empreitada tem condições de assumir mais bichos, todos os gatinhos vão ser devolvidos pros seus locais de origem! Eu sofro!

Por isso resolvi contar o que estamos fazendo e pedir ajuda na divulgação deles… à medida que forem castrados, poderão ser doados para quem se comprometer com o termo de adoção e de posse responsável, assumindo o gatinho e todos os cuidados que qualquer bicho precisa: amor, alimentação, segurança, saúde.

Macho, aproximadamente 3 meses, castrado, lindo (amarelo rajado e de olhos verdes), pouco arisco; disponível para adoção em Brasília.

PS 1: perdoem a qualidade da foto, mas num banheiro apertado, com ele fazendo fuuuzzzz pra mim, foi o melhor que consegui hoje pela manhã.
PS 2: contatos comigo, nos comentários deste post.

02/08/2011 at 11:28

Diário de 10 dias com 3 gatos

São os 3 filhos da minha amiga gateira. Umas fofuras! Ela tirou merecidas férias no final do ano e, como Brasília não tem um hotelzinho onde os gatos possam ficar (os que encontramos deixam os coitados nas gaiolinhas o dia todo), foram passar a semana lá em casa. Um quarto desocupado só para eles, com vista do quintal e uma frestinha da janela sempre aberta, o suficiente para entrar o ar e não deixar escapar nenhum gatinho. As caixas de areia no banheirinho exclusivo (eles são chiques, ficaram com uma suíte!). Comida disponível, água fresca o dia todo. Caixas, arranhador e brinquedinhos. No primeiro dia, nem me deram bola. Leozinho (amarelo e branco) foi para o “seu” cantinho, atrás do vaso sanitário e lá ficou. Chazz (frajolinha) mal saiu da caixa de transporte. E Isis, qu apelidei de “tigrinha”, fez vários fuuuzz para mim, mas se instalou no parapeito da janela.


Dia 2: Encontrei todos dormindo, Isis na pia do banheiro. Achei engraçado, fui fazer carinho e levei o primeiro fuuuz do dia. Limpei as caixinhas de areia, abri o basculante do banheiro, coloquei comida e fiz uma bolinha de papel. Todos comeram, mas só a Isis correu atrás da bolinha. Cheguei mais perto e levei um fuuz para ficar esperta e manter distância. Tímido, Chazz veio se enroscar nas minhas pernas e voltou para a caixinha. Leozinho ficou atrás do vaso o dia todo. E Isis na janela. À noite, as cenas se repetiram e confesso que fui dormir um tanto frustrada. Acostumada com cães, que fazem festinha por qualquer coisa, me achei uma “tia” muito chata para os gatos.


Dia 3: Todos dormindo, Isis na pia do banheiro. Resolvi apelar e, antes da ração, abri um Whiskas Sachê. Peguei alguns pedaços na mão, sentei no chão e esperei. Chazz veio primeiro. Leozinho veio em seguida. A Tigrinha, nada. Repeti o processo até a metade do pacotinho e, só quando o Leozinho terminou, Isis se aproximou. Comeu na minha mão e aceitou um carinho na cabeça. Nenhum fuuz. Coloquei a ração nos potinhos, esperei todos comerem, mudei as caixas de lugar e rolei mais uma bolinha pelo chão. Leozinho veio logo se enroscar, deitou no meu colo e ligou o motorzinho. Sucesso! Um eu havia conseguido conquistar! Chazz ficou por perto, mas preferiu ir deitar na sua caixinha. Isis correu pelo quarto, brincou com as bolinhas, as caixas e foi para a janela. Aceitou um carinho de leve na cabeça. Guardei o restinho do Sachê milagroso para quando voltasse de noite. Isis foi a primeira me recepcionar na porta, à noite. Logo os outros dois vieram.


Nos dias 4, 5 e 6, tudo foi ótimo. Todos pedindo e ganhando cafuné, coçadinhas na barriga, correndo, brincando e nenhum fuuuz. O sucesso foi tanto que Marido, super-hiper-alérgico a gataos, queria entrar no quarto para brincar também. Mas foi só ele abrir a porta e a Tigrinha escapou. Rápida, foi logo correndo para o meu quarto. Mal sabia ela que é praticamente impossível fugir lá de casa… Como o seguro morreu de velho, as minhas precauções, tidas como excessivas por vezes, evitaram qualquer problema: todas as portas de acesso à circulação estavam fechadas! Marido tentou pegar a Tigrinha e ganhou um super fuuuz, com direito a arrepio e uma patadinha. Ela voltou ao quarto sozinha, pois era a única porta aberta no recinto. Marido ficou assustado, tadinho. E claro, desandou a espirrar depois de 4 minutos junto aos gatos. Bastou ele sair para todos virem se enroscar nos meus tornozelos e eu me senti a “tia” ótima, 🙂 . As bagunças durante a noite foram um capítulo à parte. Mal ouvimos as brincadeiras, mas pela manhã dava para ver que tinha sido uma madrugada agitada.


Dia 7: Só hoje Shiva e Guido se aperceberam da presença dos gatos. Shiva conseguiu chegar a cara na janela, pelo lado de fora, e deixou o Leozinho todo arrepiado. Guido latiu e pulou, mas a janela é alta demais para ele. Isis nem se abalou e ficou olhando os cães lá fora. Chaz dormia e nem deu bola para o evento.


Dia 8: Leozinho é o mais carinhoso deles, ao menos comigo. Foi o mais difícil de fotogafar, pois estava sempre nas minhas pernas ou vinha se esfregar na câmera, nas minhas mãos. Uma delícia de gatinho. Isis é conversadeira e brincalhona, até hoje, só ela soltou miadinhos e é quem mais curte as caixas e bolinhas espalhados pelo quarto. Brinca o tempo todo. Chaz é tímido, mais reservado, mas adora um carinho debaixo do queixo. Fecha os olhinos satisfeito com os afagos. É ele quem me recebe todos os dias na porta (e sem tentativas de fuga).


Dia 9: Mais fotos, carinhos e o segundo e último Whiskas Sachê. Sucesso total. Até consegui filmar a Tigrinha no arranhador! Leozinho ficou no colo boa parte da manhã. Avisei que a mamãe deles chegará amanhã de noite.


Dia 10: Os gatinhos foram embora… e confesso que fiquei com saudades. Ah, se Marido não fosse alérgico, eu bem ia querer uns gatinhos também!

PS 1: título em homenagem ao Diário de Dois Gatos.
PS 2: vocabulário aprendido nos vários blogs gateiros que estão ali do lado e que acompanho sempre!

10/01/2011 at 16:21 5 comentários

Posts antigos


quem sou eu

a matilha

PitaPata Dog tickers PitaPata Dog tickers

mais recentes

no twitter

  • Quando a gente concorda com o Bush é pq as coisas estão muito, mas muito ruins.:: :: 10 hours ago
  • RT @jricmotta: O grande sucesso da política brasileira é investir na mentira. Há os que não entendem, os que não vêem e os que fingem não v…:: :: 1 day ago
  • Melhor coisa que assisti nos últimos tempos foi #BigLittleLies . Roteiro bom, tema bem abordado, ótimas atuações, vale à pena demais!:: :: 3 days ago

(e o melhor, sem baba!) assine o blog e receba notificações de novas postagens por email

Junte-se a 4 outros seguidores

arquivo por data

o conteúdo deste blog é protegido!

Creative Commons License
This work by Bella (Isabella Neves) is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Unported License Todos os textos e imagens devem conter referência ao autor e link para o post citado.

%d blogueiros gostam disto: